CRONICAS PARA LER NA ESCOLA CARLOS HEITOR CONY EM PDF

Shelving menu. As luzes da cidade, ao longe, as sombras das primeiras palmeiras que nasciam no Aterro. Foi o que fiz. O dia em que ela tiver curiosidade ou necessidade de ler meus livros, que leia. Pensei por pensar.

Author:Malale Tygotilar
Country:Saint Lucia
Language:English (Spanish)
Genre:Photos
Published (Last):19 February 2016
Pages:90
PDF File Size:15.46 Mb
ePub File Size:20.86 Mb
ISBN:612-1-82984-205-3
Downloads:81264
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Kegis



Atualmente de noite observa-se o mesmo fato. O caso que observei foi desastroso, mas de natureza que fez rir a todos. Pegue ladron! Mas qual - pega ladron! Era geral o coro de risadas na Rua do Ouvidor. Voltando rua acima, parou em frente de numeroso grupo de gente que testemunhara a cena, e ria-se dela.

Um tigre matou aquele amor. O vento soprou sobre ela, ou um verme roeu-lhe os estames. Poderia dizer-lhe que depois da epidemia vai-se revelando uma outra epidemia de divertimentos, realmente assustadora. Cai o pano.

No intervalo conversai um pouco com os vossos vizinhos. Apenas acabais a palavra, quando o chartonista vos interroga do outro lado. Ao correr da pena. Quem tem medo de mortadela?

O brasileiro adora inventar moda. Por que essa mania, de repente, de querer virar primeiro mundo? De terceiro para primeiro? Os do primeiro mundo adoram as coisas aqui do terceiro. Por exemplo, a caipirinha. Quer coisa rnais brasileira, mais terceiro mundista, mais caipira e mais barata? Coisa de caipira mesmo. Vamos deixar a caipirinha caipira, brasileiros!

Quer coisa mais brasileira que a mortadela? O nome vem de murta, uma plantinha italiana que lhe valeu o nome. Nem uma fatiazinha. Vai ser um Ano Bom, como se dizia antigamente. Por favor senhores brasileiros primeiro-mundistas, vamos deixar de frescura.

Publicada no jornal O Estado de S. Quarenta anos, quarenta e cinco Era um simples boneco que custou caro. Elenco de cronistas modernos.

Penso da mesma forma. Estamos preocupados. Temos de engoli-lo. Confundem modernidade com mediocridade. Aumentou a quantidade e diminuiu a qualidade. Nela estudava o meu tio Felipe, que era quase da minha idade. Tabuada de sete a nove era fogo. Mas o pobre nunca entendia o sopro. Uma vez caiu de joelhos. Ele mesmo, mais tarde, nos contou isso. Principalmente as casas altas de multiplicar. Paulo: Ed. Siciliano, Ter estudado ballet e desistido, apesar de tantos telefonemas de Madame Saint-Quentin.

Usar o mais caro perfume de blusa grossa e blue-jeans. Tomar uma pose, ora de soneto moderno, ora de minueto, sem que se dissipe a unidade essencial. O cego de Ipanema. Rio de Janeiro: Editora do Autor, Na realidade estou adiando o momento de escrever.

A perspectiva me assusta. Uma gritaria, todo mundo se escalando, todo mundo querendo tirar o selo da bola, bendito fruto de uma suada vaquinha. Parece um bichinho. Uma pintura. O amor acaba Paulo Mendes Campos O amor acaba. Os ossos furavam-lhe a pele, os olhos meio mortos fechavam-se de quando em quando. Era um trabalho interior e profundo.

Quando ao zurro, usei dele como linguagem. Nenhum golpe de estado foi dado em favor dele; nenhuma coroa os obrigou. Qualquer que seja o regime, ronca o pau. Em fim Assim passam os trabalhos deste mundo. Requiescat in pace. E eu sou cobrador. Esta crise Problema seu, ouviu? Problema seu. Ela agora estava irritada: — Acabe com isso, Aristides, e venha para dentro. Que perca meu emprego? De jeito nenhum. Chovia mais forte, agora. A ele, isso pouco importava: continuava andando de um lado para outro, diante da casa, carregando o seu cartaz.

Agora vem uma carta dizendo que ele caiu. Diz que seus filhos pequenos se assustaram; mas foram brincar nos galhos tombados. Foi agora, em fins de setembro. Estava carregado de flores. Setembro,

KOBOLD GUIDE TO WORLDBUILDING PDF

Crônicas para ler na escola – Carlos Heitor Cony

.

ICAR SRF SYLLABUS PDF

Crônicas Para Ler na Escola

.

FEDERICO MORENO TORROBA SUITE CASTELLANA PDF

Livro: Crônicas Para Ler Na Escola (pdf)

.

SINDROME DEL CANAL DE GUYON PDF

Resenhas - Crônicas para ler na escola

.

Related Articles